infra

estrutura 

amarela

 

Refere-se ao conjunto de práticas, tecnologias e demais atributos relacionados à melhoria da gestão e performance energética do condomínio. A infraestrutura amarela pode ser composta de sistemas de telemetria, medidores individualizados, sensores, fontes alternativas de energia, geração local etc.

energia solar fotovoltaica

Painéis fotovoltaicos são dispositivos que convertem a luz solar em eletricidade. Por ser considerada uma fonte de energia limpa e pelos altos índices de irradiação observados no país, a luz solar é uma das fontes alternativas mais eficientes para obtenção de energia elétrica.

aplicabilidade em condomínios
A implementação de energia solar em condomínios permite suprir parcial ou totalmente a necessidade de energia elétrica nas áreas comuns. Em casos especiais, pode suprir também as demandas individuais de cada apartamento. A instalação pode ocorrer em diversos locais do condomínio, a depender das características do edifício e da área disponível, como por exemplo: na área da cobertura, em coberturas de estacionamentos, nas coberturas de áreas sociais. É recomendável a realização de um estudo de viabilidade por um especialista, para avaliar a instalação de mini-usinas solares no condomínio. Esse estudo avaliará as condições específicas do condomínio, considerando fatores como a incidência solar, ritmo de verticalização do entorno do condomínio, os padrões de consumo de energia daquela comunidade e os custos e economias associados à implementação.
benefícios
1 - Redução na conta de eletricidade. 2 - A economia gerada pode viabilizar recursos financeiros para investimentos em outras melhorias, assim como para a formação de um Fundo Ambiental para o condomínio. 3 - Valorização do imóvel pela perspectiva de economia a longo prazo; “antídoto” contra a inflação energética

áreas comuns - lâmpadas de LED

As lâmpadas de LED são dispositivos de iluminação que utilizam a tecnologia de eletroluminescência para produzir luminosidade. Diferentemente das lâmpadas incandescentes tradicionais, que geram luz por meio do aquecimento de um filamento metálico, os LEDs funcionam por meio de um processo eletrônico sem a necessidade de perder energia para aquecimento. Essa solução resulta em uma maior capacidade de iluminação com menor consumo de eletricidade.

aplicabilidade em condomínios
Caso o condomínio ainda utilize lâmpadas incandescentes e/ou fluorescentes, a substituição por LEDs requer planejamento e seleção criteriosa dos produtos. As lâmpadas de LED podem ser usadas em todos os ambientes, como área externa, interna e garagem, e existem variações de custo, intensidade e temperatura de cor que podem ser especificadas para cada local. Importante: ao serem substituídas, as lâmpadas antigas devem ser descartadas adequadamente, preferencialmente por uma empresa/cooperativa capacitada.
benefícios
1 - Consomem menos eletricidade para produzir a mesma quantidade de luz em comparação com lâmpadas tradicionais, gerando economia de até 80% na conta de luz. 2 - São mais resistentes e apresentam uma vida útil longa (25 a 50 mil horas). 3 - Permitem o controle de intensidade da luz e variedade de cores. 4 - Geram menos calor em comparação com lâmpadas incandescentes, contribuindo para uma temperatura ambiente mais confortável e reduzindo a carga nos sistemas de resfriamento. 5 - Compatibilidade com Sistemas de Automação, permitindo o controle da iluminação de forma remota.

áreas comuns - sensores de presença

A complementação do uso de lâmpadas de LED com sensores de presença é uma estratégia comum. Os sensores de presença são projetados para detectar a presença de pessoas em uma área específica. Ao conectar esses sensores aos sistemas de iluminação, é possível automatizar o acionamento e desligamento das luzes com base no uso real de um determinado espaço.

aplicabilidade em condomínios
Sensores de presença podem ser estrategicamente instalados nas áreas comuns do condomínio, proporcionando a conveniência de evitar luzes acesas desnecessariamente e a consequente liberação de funcionários da repetida tarefa de monitorar as áreas comuns do condomínio.
benefícios
1- Economizam energia evitando o acendimento ininterrupto. 2 - Garantem que as luzes estejam sempre ativadas quando necessário, promovendo um ambiente mais seguro. 3 - Integração com sistemas de segurança: ativam câmeras de vigilância ou alertam a equipe de segurança em casos de movimentação suspeita em determinadas áreas. 4 - Baixo custo de implementação.

automação de componentes elétricos

A automação de componentes elétricos integra diversas tecnologias existentes para executar tarefas com o mínimo de interferência humana. Com ela, pode-se administrar remotamente todo sistema elétrico em um único controle.

aplicabilidade em condomínios
A automação em condomínios permite o controle remoto de iluminação, monitores de TV, refrigeradores de ar e portões através de dispositivos móveis como celular ou tablet, com a opção adicional de programar o sistema por comando de voz, oferecendo maior comodidade e acessibilidade para funcionários. O sistema pode ser configurado através de comandos específicos, como a programação para acionar a iluminação das áreas comuns ao anoitecer.
benefícios
1 - Permite otimizar o tempo ao programar previamente todas as ações. 2 - O sistema pode proporcionar economias de até 30% no uso de energia elétrica através da otimização. 3 - Desliga automaticamente os aparelhos desnecessários, reduzindo o consumo energético.

carregador para carro elétrico

Um carregador elétrico veicular é um dispositivo utilizado para recarregar veículos elétricos, como carros elétricos e híbridos plug-in, diretamente a partir de uma fonte de energia elétrica. Ele é projetado para ser conectado ao veículo e fornecer energia para recarregar sua bateria interna.

aplicabilidade em condomínios
Os carregadores podem ser instalados em vagas de estacionamento pertencentes aos proprietários que desejarem adquirir o serviço, ou em vagas de uso comum do condomínio, para que seja compartilhado entre os moradores. A medição é individualizada e o gerenciamento da recarga é feito de forma inteligente, permitindo que vários proprietários de VE utilizem o mesmo ponto de recarga e paguem pelo seu próprio consumo - sem onerar os demais moradores Existem no mercado empresas que realizam a instalação de carregadores sem onerar o condomínio, facilitando a aprovação da implantação desta infraestrutura na assembleia de moradores. A implementação desta infraestrutura impacta a infraestrutura elétrica existente no condomínio, sendo recomendada a elaboração de um estudo de viabilidade a ser elaborado por especialistas.
benefícios
1 - Facilidade para proprietários de carros elétricos: conveniência de carregarem seus veículos elétricos diretamente em sua vaga durante o pernoite, eliminando a necessidade de procurar postos de carregamento em locais públicos. 2 - Aumento do valor imobiliário: A disponibilidade de infraestrutura para veículos elétricos pode valorizar os imóveis no condomínio. 3 - Potencial para receitas adicionais: Alguns condomínios podem optar por sistemas de carregamento com pagamento, proporcionando uma fonte de receita adicional.

bomba de calor

A bomba de calor é uma solução para aquecimento de água que funciona através da transferência de calor. Neste sistema, o calor extraído de uma fonte, como o ar quente, a água quente ou o solo, e transferido para um ambiente que necessita de aquecimento -  como uma residência, edifício ou piscina, com o uso de uma quantidade mínima de energia.

aplicabilidade em condomínios
As bombas de calor podem ser utilizadas em condomínios para sistemas de aquecimento e refrigeração. Em condomínios verticais, as bombas de calor também podem ser utilizadas em sistemas de aquecimento central. As vantagens oferecidas a partir desta aplicação específica, serão abordadas no tópico “Aquecimento Central”.
benefícios
1 - Economia de custos proporcionada pela eficiência energética das bombas de calor e os custos operacionais e de manutenção menores em comparação com sistemas tradicionais (caldeiras a gás ou óleo). 2 - Conforto e controle de temperatura: proporcionam climatização mais uniforme dos ambientes e um controle preciso da temperatura em cada ambiente. 3 - Menor espaço necessário: ocupam menos espaço físico em comparação com outras opções de aquecimento central, como caldeiras.

gás natural

O gás natural é uma mistura de hidrocarbonetos leves, como o metano e o etano. Ele é uma fonte de energia fóssil encontrada na natureza, geralmente associada a depósitos de petróleo. Sua utilização deve ocorrer de forma racional, por se tratar de uma fonte de energia limitada na natureza.

aplicabilidade em condomínios
O uso de gás natural em condomínios é uma opção comum e vantajosa para suprir as necessidades de energia, especialmente para cocção (fogões), aquecimento de água e sistemas de aquecimento central.
benefícios
1 - Emissões menores de gases poluentes comparado a outros combustíveis fósseis. 2 - Apresenta alta eficiência energética, proporcionando maior produtividade, além de custos mais baixos para o consumidor final. 3 - Transporte e distribuição eficientes através de gasodutos. 4 - Reduz a dependência exclusiva da energia elétrica, diversificando as fontes de energia disponíveis para o condomínio. 5 - Equipamentos movidos a gás natural geralmente exigem menos manutenção do que suas contrapartes elétricas.

aquecimento central

Um sistema de aquecimento central é um sistema que fornece calor para uma residência, edifício ou espaço, de forma a manter a temperatura adequada para várias áreas. Esse tipo de sistema é projetado para aquecer o ambiente como um todo, em contraste com sistemas individuais que climatizam apenas uma sala específica.
Os sistemas de aquecimento geralmente envolvem a produção de calor em um local central - por exemplo, uma caldeira central - e a distribuição desse calor por meio de dutos, radiadores, ou outros dispositivos de transferência.

aplicabilidade em condomínios
Em um condomínio, o sistema de aquecimento central pode ser projetado para atender às necessidades de aquecimento de várias unidades residenciais ou espaços comuns. A escolha do sistema dependerá de vários fatores, incluindo o tamanho do condomínio, a disposição das unidades, a eficiência energética desejada e a disponibilidade de diferentes fontes de energia. Os sistemas podem ser dos seguintes tipos: fornos a gás ou óleo, caldeiras, bomba de calor, aquecimento solar, sistema de ar quente, entre outros.
benefícios
1 - Eficiência energética: Pode ser projetado para gerar um consumo global de energia mais baixo do que vários sistemas individuais em cada unidade. 2 - Proporciona ambientes com distribuição uniforme de calor. 3 - A manutenção de um sistema centralizado pode ser mais fácil de gerenciar do que a manutenção de vários sistemas individuais. 4 - O sistema pode ser projetado para integrar fontes de energia renovável, como painéis solares térmicos. 5 - Sistemas modernos permitem personalização individual em cada unidade por meio de termostatos ajustáveis.
View