flex carapicuíba

 

Condomínios populares sempre foram um desafio para o urbanismo. Espaços que na maior parte das vezes são construídos como um grande pátio de estacionamento, habitado por alguns prédios de apartamentos. Carecem de infraestrutura adequada para coleta seletiva, possuem pouca área verde e a configuração para interação das pessoas e incentivo ao convívio coletivo é mínima.

Foi com a missão de apoiar o condomínio a repensar esse arranjo original que o Lellolab chegou até o Flex. Com o apoio e suporte de Ellen Rocha, síndica moradora e profissional, iniciamos uma jornada de visitas, conversas e escuta ativa para entender como ajudar essa comunidade, tendo seus moradores como protagonistas dessa transformação. 

Nosso compromisso inicial: um diagnóstico detalhado dos pontos críticos, para o desenvolvimento de soluções específicas para o espaço.

 

 O Lellolab também levou a iniciativa Tesouros do Bairro para mapear os talentos do condomínio com o evento Flextou!, construído de forma colaborativa com a comunidade e que organizou uma feira empreendedora dos moradores, coleta seletiva, plantio urbano e promoveu um ambiente de trocas e conversas sobre o Flex do futuro, ouvindo e registrando os desejos da comunidade para o espaço. Clique no link abaixo e veja o vídeo:

 

Ouça também nossa entrevista com a síndica Ellen Rocha no podcast Cultura de Bairro:


 

Nosso trabalho no Flex continua. Agora, com a presença dos ALICs (Agentes Lello de Inovação Condominial), que acompanham de perto o desdobramento das ações já realizadas com a missão de desenvolver um plano de inovação condominial que identifique novos potenciais de melhoria da vida em comum.